sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Apenas um abraço...

Um abraço...
parece tão pouco mas a importância dele é tanta
a falta dele é tão aterrorizante por vezes.
Hoje tive saudades de receber um...
daqueles bem fortes que parece fazer parar o tempo.
sentir o carinho, a magia dos dois corpos juntos.
Sinto a falta de sentir o calor das mãos acariciando as costas, o enlaçar dos braços que nos demonstra amizade, amor ou emoção e que transmite tanta segurança...ouvir nesse preciso momento, uma voz dizer mesmo sem falar "estou aqui...estou contigo".
Faz-nos sentir tão bem...torna ate mesmo os dias mais felizes, faz acabar com a solidão...o medo, e preenche espaços vazios nas nossas vidas.
Vejo as pegadas que ficaram para trás, mas todas elas tem uma história passada, mas elas continuam lá...porquê? nada as consegue apagar...destruir...são passagens ainda hoje presentes na minha vida.
Num abraço...é onde te consigo mais sentir, num abraço de saudade...mas sem te conseguir tocar...encontrar, para onde foste? deixa-me ir contigo !
Lembro-me de longos abraços que transmitiam as nossas vidas e sentimentos...não eram precisas palavras nem olhares, bastavanos o calor dos nossos corpos...
Mas já não chega....já não consigo aguentar...para onde foi o ombro amigo?para onde foi tudo o que preciso?tudo o que um dia tive?
Por fim, e como diz Álvaro de Campos, "O que há em mim é sobretudo cansaço, não disto nem daquilo, nem sequer de tudo ou de nada: cansaço assim mesmo, ele mesmo. (...)"

4 comentários:

Anónimo disse...

O que posso eu dizer?! Concordo com tudo o que disseste... Um abraço é um carinho, um afecto entre quem o dá... Consola em todos os momentos e enche os corações de alegria e sorrisos, é sem dúvida um conforto agradável e era bom se pudéssemos receber um todos os dias...

Cláudia *_*

riga/v-1-boy disse...

em parte posso dizer que entendo o que dizes pk eu tb tenho essa falta. é estranho mas ultimamente recebo mais "puxoes de orelhas" e outro tipo de abraços do k aqueles abraços de amor

bjs fica bem

Vigilante disse...

Há muito tempo que não sinto o sabor de um verdadeiro...

Acho que sinto o mesmo que tu...

joaninha disse...

Num abraço chega a alegria.
Num abraço selam-se amizades.
Num abraço exteriorizamos sentimentos
Num abraço despedimo-nos
Num abraço enterramos a nossa saudade…
Quantos abraços perdemos por descuido…
Por teimosia… por orgulho… por nada…
E quando um frio gélido nos solidifica os sentimentos, choramos amargamente por falta de um abraço… quem sabe, de quem nunca nos abraçou… e então, apenas encostados a um cansaço, sentimos que tudo o que sentimos é só cansaço…

O teu texto está excelente. Prosa poética, inspirada na realidade, mostra a tua sensibilidade. Confesso que adorei este trabalho. Beijinhos